Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Domenicali defende pilotagem agressiva de Alonso

Piloto espanhol perdeu parte de sua asa dianteira ao tentar ultrapassar Hamilton durante o GP da Malásia

iG São Paulo |

O estilo agressivo de pilotagem do espanhol Fernando Alonso custou caro neste domingo, no Grande Prêmio da Malásia. Em disputa pelo terceiro lugar, o espanhol teve a chance de ultrapassar Lewis Hamilton na 46ª volta, mas acabou tocando o carro do rival e perdeu um pedaço da sua asa dianteira. O piloto teve de voltar aos boxes e acabou a prova em sexto. No entanto, Stefano Domenicali, chefe de equipe da Ferrari, defendeu a abordagem de seu comandado.

Siga o iG Automobilismo no Twitter.

“Eu gosto da maneira que ele dirige, é fantástica, mas você também tem de considerar que, neste ano, deixar a parte limpa da pista é um grande problema”, disse Domenicali, colocando parte da culpa pelo acidente nos pneus.

“A pista fica toda suja com pedaços de borracha, então você tenta manter o traçado e, se sair da parte limpa, esses pedaços colam nos pneus e você perde desempenho. É uma situação complicada. Se você tem uma chance de ultrapassar, você tem de assumir este risco”, completou, lembrando também que Alonso não poderia ultrapassar na reta dos boxes por estar com um problema em sua asa traseira móvel.

O piloto espanhol, Lewis Hamilton e Martin Whitmarsh, chefe de equipe da McLaren, comentaram a punição de vinte segundos que os dois pilotos sofreram por conta da batida.

Leia tudo sobre: Stefano DomenicaliFerrariFernando Alonso

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG