Vicky Chandhok acredita que a população local pode aprender com a tecnologia da categoria

Chefe da Federação Indiana de Automobilismo (FMSCI, na sigla em inglês), Vicky Chandhok ficou satisfeito com o Grande Prêmio da Índia de domingo (30), primeira corrida da história da Fórmula 1 disputada no local. Segundo o dirigente, que é pai do piloto Karun Chandhok, a categoria pode até mesmo ajudar no desenvolvimento da tecnologia no país.

Veja também: Bernie Ecclestone exalta sucesso do primeiro GP da Índia

“Nós sempre dizemos a todos que, tecnologicamente, somos a nação mais avançada do mundo. Temos uma população jovem, 65% têm menos de 35 anos. É como dizer para esses caras: 'Olhe para a Fórmula 1 e use-a'”, disse Chandhok.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O dirigente acredita também que a corrida foi boa para a imagem do país, abalada depois dos Jogos da Comunidade Britânica. A organização do evento, que teve a Índia como sede em 2010, foi bastante criticada.

“Acho que a mídia vai projetar a Índia de uma maneira bastante positiva depois da corrida. E acho que é melhor esquecer os Jogos da Comunidade Britânica”, declarou Chandhok.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.