Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Diretor da Pirelli espera quatro paradas por piloto na Malásia

Paul Hebrey lembra também que desempenho dos pneus de pista molhada pode ser decisivo no fim de semana

iG São Paulo |

Divulgação
Pirelli espera até quatro pit stops por piloto na Malásia
No Grande Prêmio da Austrália – primeiro da temporada da Fórmula 1 – os pneus Pirelli surpreenderam positivamente, já que esperava-se uma degradação muito maior. Porém, na opinião de Paul Hembrey, diretor de esportes de motor da empresa italiana, a realidade na Malásia será outra, com os pilotos tendo de parar até quatro vezes durante a corrida.

“Nós ficamos absolutamente excitados com nossa estreia na Austrália, mas estamos cientes de que na Malásia teremos uma proposta diferente, com temperaturas mais altas e degradação maior. Nós dissemos que veríamos dois ou três pit stops na Austrália, mas na Malásia eu acho que é provável que este número aumente para três ou quatro”, disse o dirigente.

Hembrey também lembrou que é possível que a chuva altere as condições da pista, forçando as escuderias a usarem pneus de pista molhada.

“Dizem que na Malásia a questão não é se vai chover, e sim quando vai chover. Então, o desempenho dos nossos pneus de pista molhada pode ser crucial no fim de semana, e nós estamos ansiosos para vê-los na pista”, contou.

O diretor confirmou ainda que, para fim de testes, as equipes receberão dois jogos extras de pneus slick para os treinos livres de sexta-feira.
 

Leia tudo sobre: PirelliPaul Hembrey

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG