Tamanho do texto

Entidade disse às equipes que a fiscalização será mais rígida a partir do Grande Prêmio da Grã-Bretanha

De acordo com reportagem da revista britânica Autosport , A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) informou aos pilotos que, a partir do Grande Prêmio da Grã-Bretanha, que será disputado no dia 10/07 , será feita uma checagem mais rigorosa dos motores antes da corrida. O objetivo é evitar que as equipes usem configurações diferentes no classificatório e na prova.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Ainda segundo a reportagem, a medida se deu por conta do desempenho da Red Bull, que costuma ser superior nos treinos classificatórios do que na corrida. A suspeita já foi levantada anteriormente por Phil Prew, engenheiro da McLaren.

“Acho que a otimização dos pneus pode ser uma área em que eles têm vantagem, assim como o uso de configurações elaboradas no motor, que podem gerar pressão aerodinâmica quando influenciadas pelo escapamento”, declarou Prew.

Vale lembrar que, também a partir do Grande Prêmio da Grã-Bretanha, a Fórmula 1 terá uma mudança em seu regulamento: a proibição do uso de difusores no escapamento .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.