De acordo com o chefe de equipe da McLaren, seu piloto foi exageradamente repreendido por suas atitudes

Chefe de equipe da McLaren, Martin Whitmarsh acredita que as críticas que Lewis Hamilton recebeu nesta temporada foram injustas. De acordo com o dirigente, a quantidade de pessoas que falou sobre a postura do piloto transformou a situação em uma “bola de neve”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Ele está frustrado por não estar no topo o tempo inteiro, e francamente parte disso foi simplesmente por falta de sorte. Inevitavelmente, a imprensa passou a ficar em cima dele, dizendo que ele é muito agressivo, que ele é muito isso, é muito aquilo, e então você tem Niki Lauda e outras pessoas dizendo suas opiniões. Uma vez que isso começa, vira uma bola de neve”, disse Whitmarsh, em entrevista ao site oficial da Fórmula 1 .

De acordo com o dirigente, é injusto com Hamilton comparar o seu temperamento ao de seu companheiro de McLaren, Jenson Button.

“Não podemos esquecer que Jenson é mais velho, mais experiente e passou por muitas dificuldades, então acho que sua carreira o tornou muito polido. Algumas pessoas dizem até que ele é relaxado demais, mas ele demonstrou no Canadá que é determinado e que quer vencer desesperadamente”, declarou o chefe de equipe.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.