Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Craig Pollock chefiará nova fornecedora de motores para F1

A empresa entrará na categoria em 2013, quando os motores terão novas especificações técnicas

iG São Paulo |

O ex-diretor da equipe BAR e ex-empresário de Jacques Villeneuve, Craig Pollock, anunciou o novo fornecedor de motores para a F1. A empresa de automobilismo PURE (Propulsão Universal e Recuperação de Energia), fundada por Pollock em 2011, já está projetando um motor de acordo com as novas regras de especificações técnicas e propulsores para 2013. O ex-dirigente afirmou que ainda não conversou com as equipes sobre seus planos, mas que tem palestras agendadas para o período do Grande Prêmio da Espanha, no final de maio.

Siga o iG automobilismo no Twitter

"Nosso projeto e desenvolvimento já está encaminhado e agora estamos prontos para nos aproximar das equipes", disse o escocês de 55 anos, que trouxe Villeneuve para a categoria e em seguida ajudou a criar a British American Racing. "A visão da Pure é ser a líder no desenvolvimento da próxima geração de tecnologia de conjunto de motor e transmissão, o que atenderá às demandas por um ambiente mais limpo".

Segundo Pollock, a PURE tem o objetivo claro de trazer múltiplos benefícios para a categoria em relação à custo, limpeza e sensibilidade ecológica. “O fato é que se você tem entre 400 e 450 funcionários, como a Mercedes tem, ou 300, no caso da Renault, os custos são extremamente altos. O caminho que estamos seguindo e a razão que nos permite gastar um pouco menos dinheiro que as (outras) fabricantes é que reunimos engenheiros, grupos de engenharia e áreas de especialistas num sentido mais industrial.”

A direção da PURE não será composta apenas por Pollock. O ex-diretor da Renault, Christian Contzen, o engenheiro aeroespacial, Robin Southwell e Jean-Pierre Boudy, que desenvolveu o primeiro motor turbo da fábrica francesa nos anos 70 e que gerenciou a produção de propulsores da Peugeot na F1 em 90, também estarão à bordo.

Atualmente há apenas quatro fornecedores de motores na F1: Ferrari, Mercedes, Renault e Cosworth, e o empresário revelou que tem o "respaldo muito claro" da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e o "suporte" de Bernie Ecclestone.

"Damos as boas vindas à PURE na F1", disse o presidente da FIA, Jean Todt. "As mudanças nas regras para 2013 foram desenvolvidas para proporcionar baixo custo, tecnologias de combustíveis mais ecológicos e mais eficientes para a categoria. Desejamos todo o sucesso à PURE no desenvolvimento de motorizações compatíveis com a nova regulamentação."

Villeneuve não está envolvido com a PURE, apesar de Pollock confirmar que ele está financiando o projeto e finalizando os contatos com os parceiros. A fabricante de motores Teos, união entre a IFP (empresa de renovação de energia francesa) e a Mecachrome (fornecedora de motores à Renault nos anos 90), está declaradamente envolvida.

Leia tudo sobre: Craig PollockPUREfórmula 1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG