Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Contra o jogo de equipe, Damon Hill defende Mark Webber

Campeão Mundial em 1996 acredita que as equipes não deveriam poder conter batalhas entre seus pilotos

iG São Paulo |

Durante o Grande Prêmio da Grã-Bretanha, disputado no domingo (10), Mark Webber desobedeceu ordens da Red Bull ao tentar ultrapassar seu colega de equipe Sebastian Vettel. Campeão Mundial em 1996, o ex-piloto britânico Damon Hill defendeu a atitude do australiano.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Teria sido muito triste se isso terminasse em um acidente entre Sebastian e Mark, mas eu tenho de falar pelos pilotos. Acho que eles têm o direito de competir contra qualquer um, e que cabe a eles decidir se são capazes de ultrapassar um colega sem causar um acidente”, disse Hill, em entrevista à emissora britânica BBC.

De acordo com o ex-piloto, proibir o jogo de equipe seria uma solução para acabar com esse tipo de polêmica.

“Enquanto as regras continuarem assim, os chefes de equipe têm de tomar esse tipo de decisão. Mas acho que isso pode ser adaptado para que não houvesse recriminação para uma equipe, ou um chefe de equipe, que não instrua seus pilotos dessa maneira, porque os pilotos estão ali para competir uns contra os outros. E, no fim das contas, é para isso que os fãs compram seus ingressos”, declarou o britânico.

Leia tudo sobre: Mark WebberRed BullF1Damon Hill

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG