Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Comprometido com a Mercedes, Rosberg cobra carro vencedor

Em sua sexta temporada na Fórmula 1, o piloto de 26 anos ainda não conseguiu subir no lugar mais alto do pódio

Gazeta |

O alemão Nico Rosberg garante que está comprometido com a Mercedes, mas cobra da equipe um carro que possa vencer corridas. Em sua sexta temporada na Fórmula 1, o piloto de 26 anos ainda não conseguiu subir no lugar mais alto do pódio, e esteve entre os três primeiros cinco vezes.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Rosberg afirmou, em entrevista à revista inglesa Autosport, que fez a coisa certa ao sair da Williams para guiar pela Mercedes, mas alerta que o próximo passo de sua carreira é conquistar vitórias.

"Para começar, piloto para a Mercedes como um alemão e sou parte do processo de construção do time, mas, claro, acima de tudo quero ganhar. Não estou impaciente, mas espero que isso aconteça em breve. O fato é que quero vencer, mas, ao mesmo tempo, estou confortável aqui. Preciso apenas julgar a probabilidade de este time ganhar corridas em breve", ponderou.

Ano passado, Rosberg conseguiu três pódios, mas o melhor resultado da atual temporada foi apenas um quarto lugar do alemão Michael Schumacher em Montreal.

"Há vários problemas. Se você lembrar Valência, mesmo no classificatório não fomos fortes o suficiente. É uma falta geral de desempenho do carro, em várias áreas, nenhuma específica. No fim, tudo começa na fábrica e é isso que o Ross (Brawn, chefe da equipe) está exigindo. Quer melhorar as instalações, a comunicação, as pessoas, tudo. É um processo e vai demorar um tempo", lamentou.

Apesar das reticências, Rosberg acredita que a equipe vai conseguir seu objetivo. A presença de uma marca forte como a Mercedes e de Ross Brawn na chefia deixa o piloto tranquilo, mas ainda há preocupações em relação a quando isso vai acontecer.

Na próxima etapa, em 10 de julho, a Fórmula 1 vai a Silverstone, na Grã-Bretanha, onde o time tem uma de suas sedes, em Brackley, a noroeste de Londres. "As pessoas da fábrica vão poder levar suas famílias. É gostoso poder levar o esporte a eles. Espero que possamos nos dar bem na frente deles", encerrou. Depois, a categoria irá à Nurburgring, na Alemanha, outra corrida em casa para a Mercedes.

Leia tudo sobre: Nico RosbergMercedesF1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG