Britânico lembra importância da Red Bull, e canadense diz que alemão não sabe lidar com a pressão

Depois de oito etapas disputadas, Sebastian Vettel disparou na liderança do Mundial de Pilotos , com 77 pontos de vantagem sobre Jenson Button, segundo colocado. Na opinião do ex-piloto britânico Nigel Mansell, a diferença vem da combinação do talento do alemão com a durabilidade do carro da Red Bull.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“A Ferrari estabeleceu novas referências quando passou três anos sem problemas mecânicos. Michael Schumacher venceu três campeonatos e as pessoas diziam que isso era por conta da durabilidade do carro. Então, a Red Bull está estabelecendo novas referências. Mas não subestime o piloto. Sebastian fez um trabalho melhor com os pneus Pirelli, em minha opinião porque não estava acostumado aos pneus antigos”, disse Mansell.

O também ex-piloto Jacques Villeneuve também elogiou Vettel, mas disse que o piloto alemão ainda não sabe lidar com a pressão.

“Ele é super rápido. Neste ano, sua velocidade evoluiu, mas na única vez em que ele sofreu um pouco de pressão, em Montreal , ele teve problemas. Ele entrou em colapso. Era uma corrida fácil, estava ganha, e ele apenas entrou em colapso. Então, nessa parte ele não evoluiu em relação ao ano passado”, declarou o canadense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.