Piloto avança de quinto para terceiro. Mesmo com segunda colocação, Vettel amplia vantagem

Após o Grande Prêmio do Canadá , disputado em 12 de junho, o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, havia colocado o GP da Grã-Bretanha , que aconteceu neste domingo (10), como prazo limite para a sua escuderia apresentar resultados melhores e continuar viva na temporada .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A estimativa estava certa. Fernando Alonso venceu a prova em Silverstone e quebrou um jejum de 10 GPs sem vitórias. Com o resultado, o espanhol dá um bom salto no Mundial de Pilotos .

Alonso era o quinto colocado com 87 pontos na classificação. Com os 25 pontos desta vitória, o bicampeão do mundo dá um salto para a terceira colocação e encosta no vice-líder, Mark Webber. São 124 pontos do australiano contra 112 do espanhol.

Apesar disso, a distância de ambos para o líder Sebastian Vettel ainda é significativa. Com o segundo lugar no pódio britânico, o atual campeão mundial aumentou sua vantagem para seu companheiro de equipe, que era de 77, para 80 pontos.

Quem sofreu grande baixa após a prova na Inglaterra foi Jenson Button. Correndo em casa, o piloto foi atrapalhado por um erro da McLaren no pit stop e foi obrigado a abandonar o GP. O campeão mundial de 2009 era o vice-líder do Mundial, ao lado de Webber, mas foi ultrapassado por Alonso e agora ocupa a quinta posição, com 109 pontos, empatado com Lewis Hamilton. Felipe Massa, por sua vez, somou mais 10 pontos na classificação, mas ficou estagnado na sexta colocação, com 52.

Pelo Mundial de Construtores , a Red Bull dispara ainda mais na liderança, com 328. A principal mudança está no avanço da Mercedes, que pontuou com seus dois pilotos em Silverstone e superou a Lotus Renault. A escuderia de Michael Schumacher e Nico Rosberg agora é a quarta, com 3 pontos de vantagem para o time de Nick Heidfeld e Vitaly Petrov, que tem 65 e está na quinta colocação.

Mundial de Pilotos
1- Sebastian Vettel - (ALE) – Red Bull – 204
2- Mark Webber – (AUS) – Red Bull – 124
3- Fernando Alonso – (ESP) – Ferrari – 112
4- Lewis Hamilton – (ING) – McLaren – 109
5- Jenson Button – (ING) – McLaren – 109
6- Felipe Massa – (BRA) – Ferrari – 52
7- Nico Rosberg – (ALE) – Mercedes – 40
8- Nick Heidfeld – (ALE) – Lotus Renault - 34
9- Vitaly Petrov – (RUS) – Lotus Renault - 31
10- Michael Schumacher – (ALE) – Mercedes - 28
11- Kamui Kobayashi – (JAP) – Sauber – 25
12- Adrian Sutil – (ALE) – Force India – 10
13- Jaime Alguersuari – (ESP) – Toro Rosso – 9
14- Sergio Pérez – (MEX) – Sauber – 8
15- Sebastién Buemi – (SUI) – Toro Rosso – 8
16- Rubens Barrichello – (BRA) – Williams – 4
17- Paul di Resta –(ESC) – Force India – 2
18- Jarno Trulli – (ITA) – Team Lotus – 0
19- Vitantonio Liuzzi – (ITA) - Hispania – 0
20- Jérôme D’Ambrosio – (BEL) – Virgin - 0
21- Heikki Kovalainen – (FIN) – Team Lotus – 0
22- Pastor Maldonado – (VEN) – Williams – 0
23- Timo Glock – (ALE) – Virgin – 0
24- Narain Karthikeyan – (IND) – Hispania – 0
25- Daniel Ricciardo – (AUS) – Hispania – 0

Mundial de Construtores
1- Red Bull - (AUT) - 328
2-McLaren - (ING) - 218
3- Ferrari – (ITA) - 164
4- Mercedes – (ALE) - 68
5- Lotus Renault – (FRA) – 65
6- Sauber – (SUI) – 33
7- Toro Rosso – (ITA) – 17
8- Force India – (IND) – 12
9- Williams – (ING) – 4
10- Team Lotus – (MAL) – 0
11- Hispania – (ESP) – 0
12- Virgin – (ING) – 0



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.