Tamanho do texto

Após prejuízo no ano passado, dirigente calcula que dano pode ser ainda maior em 2011

Chefão da Fórmula 1, Bernie Ecclestone está preocupado com o Grande Prêmio do Japão. De acordo com reportagem do jornal britânico Daily Mail , a corrida no país asiático causou prejuízo de 5,2 milhões de dólares (cerca de R$ 8,2 milhões) em 2010. Neste ano, espera-se uma renda ainda menor por conta dos danos causados pelo tsunami, em março, e da crise nuclear que o país vive desde então.

Siga o iG Automobilismo no Twitter .

“O problema não tem a ver com danos no circuito, e sim com o tamanho do dano comercial na venda de ingressos”, avaliou Ecclestone, lembrando que o autódromo de Suzuka não foi afetado pelo tsunami.

De acordo com o dirigente, a Fórmula 1 ofereceu assistência ao Japão em outros casos de desastres naturais.

“Já tivemos problemas com um terremoto, e tentamos ajudá-los”, disse Ecclestone.