Em apenas três provas, escuderia marca 18 pontos, comprova evolução e deixa para trás pior temporada de sua história

A Williams começou o ano com a promessa de deixar para trás a péssima temporada de 2011 e voltar a brigar entre as equipes médias. Até agora, a escuderia está conseguindo cumprir a meta. Em três provas, já pontuou mais que o dobro de todo o ano passado, com a ajuda do novo motor Renault e do bom desempenho de Bruno Senna, nono colocado no Mundial de Pilotos .

Leia também: Após pole inédita, Rosberg conquista sua primeira vitória na F1

O time de Grove mostrou sua força já na primeira corrida da temporada , quando o companheiro de Senna, Pastor Maldonado, figurou na sexta colocação até a última volta, mas sofreu acidente e terminou a prova fora da zona de pontuação.

No entanto, a recuperação da equipe veio mesmo no GP da Malásia . Em uma prova exemplar, Senna largou em 13º, caiu para as últimas posições, mas depois fez uma série de ultrapassagens para alcançar a sexta colocação e somar oito pontos, melhor resultado de sua carreira na Fórmula 1 .

Apenas com esse resultado, a Williams já conseguiu superar toda a sua pontuação de 2011, quando marcou apenas quatro pontos com Rubens Barrichello e um ponto com o próprio Maldonado.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Na corrida deste domingo (15) , na China, a escuderia apagou de vez da memória a pior temporada de sua história, vivida no ano passado. A equipe colocou seus dois pilotos no top 10 em Xangai, com mais uma boa apresentação de Senna, sétimo colocado, e uma prova consistente de Maldonado, que terminou em oitavo.

A Williams já tem 18 pontos no campeonato e aparece em sétimo lugar na classificação , só atrás de Sauber, Mercedes e Lotus entre as equipes medianas. No ano passado, o time de Grove terminou a temporada na nona colocação, 36 pontos atrás da Toro Rosso e à frente apenas das equipes nanicas.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

O carro da Williams tem comprovado sua evolução também nos treinos classificatórios. Se Senna é destaque nas corridas, aos sábados o melhor ritmo é de Maldonado. O venezuelano teve como melhor colocação no grid de largada a oitava posição na Austrália, depois saiu do 11º lugar na Malásia e foi 13º em Xangai. Senna ainda não chegou ao top 10 nos classificatórios, mas não fica muito atrás do companheiro, com dois 14º lugares e um 13º. Nas três primeiras provas de 2011, o melhor grid da equipe foi a 15ª posição e o pior foi a 17ª.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.