Tamanho do texto

Informação sobre possível retirada do dirigente foi revelada por Adam Parr, diretor executivo da equipe

Nesta terça-feira (3), a Williams anunciou a saída de Sam Michael e Jon Tomlinson – diretor técnico e chefe de aerodinâmica, respectivamente. Em meio à reformulação, Adam Parr, diretor executivo da equipe, disse que também pediu para sair , e que Patrick Head se aposentaria no fim do ano. No entanto, a informação foi negada pelo chefe da escuderia.

Siga o iG Automobilismo no Twitter .

“O que você está me dizendo é novidade para mim. Ele não estava em posição para dar este pronunciamento. Meus planos não estão disponíveis para o púlbico, e apenas estarão quando eu fizer meu próprio pronunciamento mais para a frente”, disse Head, em entrevista ao jornal britânico The Guardian .

Em meio à saída dos profissionais, a Williams anunciou também a contratação de Mike Coughlan, que, a princípio, ocupará o cargo de engenheiro-chefe. O engenheiro foi o pivô do escândalo de espionagem de 2007 , quando trabalhava na McLaren. Documentos confidenciais da Ferrari foram encontrados em sua residência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.