Dirigente da F1 pretende deixar o comando do Queens Park Rangers, que joga a primeira divisão inglesa

De acordo com reportagem do jornal britânico Financial Times , Tony Fernandes, chefe de equipe da Team Lotus, deve comprar 51% das ações do Queens Park Rangers, time inglês de futebol. A parte que o dirigente pretende adquirir pertence atualmente a Bernie Ecclestone, chefe da Fórmula 1 .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Em 2007, Ecclestone comprou o time ao lado de Flavio Briatore, ex-chefe de equipe da Renault, e mais tarde adquiriu as ações do italiano. Agora o chefe da F1 pretende deixar o comando da equipe, já que não tem se dado bem com Lakshimi Mittal, outro acionista do Queens Park Rangers.

A equipe não estreou bem no Campeonato Inglês – no sábado (13), jogando em casa, o time perdeu de 4 x 0 para o Bolton . Fernandes esteve no estádio para ver a partida.

Anteriormente, o chefe da Team Lotus já havia declarado interesse em comprar o West Ham, outra equipe inglesa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.