Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Chefe da Renault diz que equipe precisa ser mais regular

Eric Boullier afirmou que erros na China comprometeram o desempenho da escuderia

iG São Paulo |

Após ter marcado pódio nas duas corridas iniciais da temporada, a equipe Lotus Renault apresentou um desempenho abaixo do esperado na China. Por conta disso, o chefe da escuderia, Eric Boullier, declarou que os problemas da equipe jogaram-na contra si mesma. Ainda na segunda etapa do treino classificatório, um de seus pilotos, Vitaly Petrov, perdeu o controle do carro e interditou a pista por alguns minutos.

Siga o iG automobilismo no Twitter.

O acidente fez com que seu companheiro, Nick Heidfeld, não pudesse marcar bom tempo e largasse apenas na 16ª posição. Como Petrov já havia feito uma volta rápida, ele avançou ao Q3 e largou em 10º. “O incidente de Petrov afetou o classificatório de Heidfeld e isso virou uma bola de neve”, afirmou Boullier ao site da revista Autosport. “Com a corrida foi a mesma coisa”. O manager ainda lamentou a falta de agressividade na estatégia. “Como largamos em 10º e o 16º, poderíamos ter sido mais agressivos”, completou.

Diferentemente das duas corridas iniciais, ambos os pilotos da Renault completaram a prova no GP da China do último domingo (17). No entanto, apenas o russo, com seu nono lugar, pontuou. O alemão não fez uma largada excepcional como na Malásia e ficou com o 12º posto. “Não podemos nos dar o luxo de correr muito bem em um fim de semana e ir mal em outros. Temos de estar prontos para o que vier”, afirmou Boullier. “Se quisermos competir com gente grande, então temos que estar dispostos a funcionar perfeitamente”, finalizou.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG