Britânico afirmou que seu time não lhe impede de disputar com Hamilton e que ainda não pensa em se aposentar

Jenson Button declarou que deseja encerrar sua carreira na McLaren e visa estender seu atual contrato – que termina no final deste ano. O britânico, campeão em 2009, é um dos pilotos mais experientes do paddock e correrá sua 200ª prova na F1 no GP da Hungria deste domingo (31).

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Em entrevista ao jornal espanhol Marca , Button confirmou seu interesse em continuar correndo pela escuderia: "Sim, como disse no começo do ano, na China, estar em um time que venceu tantos títulos e que pode vencer o campeonato é exatamente o que quero. Após vencer um campeonato, quero estar em uma equipe que sempre me dê a oportunidade de estar na briga”.

O piloto também afirmou ser contra o jogo de equipe - que a Red Bull tentou utilizar no GP da Inglaterra , ao dar ordens para Mark Webber não atacar Sebastian Vettel. E disse que a mesma situação não ocorrerá na McLaren.

“Odeio jogo de equipe, não acho que seja uma coisa boa para a Fórmula 1. O bom para mim é que esse time não dá esse tipo de ordem, então eu e Lewis Hamilton podemos lutar um contra o outro o quanto quisermos”, explicou Button.

O britânico ainda assegurou que não está pensando em parar tão cedo, já que não tem outros planos para sua carreira no futuro. “Estava pensando que se continuasse por mais quatro temporadas na F1 estaria com 35 anos e poderia me aposentar. Quer dizer, que diabos vou fazer com 35 anos?”, brincou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.