Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Button, Alonso e Webber brigam pelo vice. Hamilton corre por fora

Faltando duas corridas para o fim da temporada, quatro pilotos podem terminar o campeonato em segundo. Veja as chances de cada um

iG São Paulo |

Se Sebastian Vettel sagrou-se bicampeão mundial com quatro provas de antecedência neste ano, a briga pelo vice-campeonato promete se arrastar até a última rodada. Jenson Button, da McLaren, Mark Webber, da Red Bull, e Fernando Alonso, da Ferrari, têm chances de terminar o campeonato na segunda colocação. Lewis Hamilton, também da McLaren, corre muito por fora.

Veja também: Button usa palavrão para comentar situação de Hamilton e Massa

Após chegar em segundo no Grande Prêmio da Índia, disputado no domingo (30), Button é quem está em melhor situação no Mundial de Pilotos. O britânico soma 240 pontos, contra 227 de Alonso, 221 de Webber e 202 de Hamilton – se vencer mais uma corrida, só precisará terminar em sétimo na outra para garantir o vice matematicamente.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Essa vantagem do britânico se consolidou na segunda metade do campeonato. Desde o Grande Prêmio da Bélgica, primeira corrida após as férias da Fórmula 1, o piloto venceu uma vez, foi cinco vezes ao pódio – ficou de fora apenas na Coreia – e marcou 106 pontos. Ao todo, tem três vitórias e 10 pódios na temporada.

Além de Vettel e Button, Hamilton é o único com mais de uma vitória no ano – cruzou a linha de chegada em primeiro na China e na Alemanha. Além disso, obteve a pole position para o GP da Coreia – foi o único piloto de fora da Red Bull a obter a posição de honra neste ano.

Porém, a falta de regularidade atrapalhou muito a temporada do campeão mundial de 2008. Hamilton se envolveu em muitos acidentes, principalmente com Felipe Massa. Também por causa deles, teve de abandonar duas corridas e terminou outras dez fora do pódio. Isso deixa o britânico como azarão para levar o vice-campeonato (veja abaixo).

Defeito de Hamilton, a regularidade é a aposta de Alonso. Apesar de ter vencido apenas uma vez no ano, o espanhol foi ao pódio em nove corridas e deixou de pontuar apenas no Canadá, quando abandonou. O espanhol pode garantir o vice-campeonato se vencer as duas corridas finais da temporada.

Webber também faz uma temporada regular – são três poles, nove pódios e apenas um abandono para o australiano. Porém, a falta de vitórias tem atrapalhado o piloto da Red Bull – seu melhor resultado no ano foi a segunda colocação, obtida duas vezes. Para ser vice-campeão, as vitórias serão fundamentais. Apenas com elas ele conseguirá terminar como o segundo melhor piloto do ano. Para alcançar o feito, a equipe Red Bull e Vettel já disseram que pretendem ajudar Webber, mas o australiano afirmou que não quer fazer uso do jogo de equipe.

Veja o que cada piloto precisa fazer para ser vice-campeão:

EFE
Webber é o único dos quatro que ainda não venceu
Jenson Button: Com uma vitória e um sétimo lugar, o britânico garante o vice-campeonato independentemente do resultado dos outros pilotos. Se não conseguir isso, só precisaria impedir que Alonso, Webber e Hamilton tirem a diferença que hoje ele tem na tabela, respectivamente de 13, 19 e 38 pontos.

Fernando Alonso: Se vencer as duas corridas restantes, garante o vice-campeonato matematicamente independentemente dos outros pilotos. Caso isso não aconteça, tem de conquistar 14 pontos a mais que Button e não deixar Webber e Hamilton tirar sua vantagem, que hoje é de seis e 25 pontos, respectivamente.

Mark Webber: Na melhor das hipóteses, o australiano teria de ganhar as duas próximas provas e torcer para que Button chegue no máximo na quarta colocação em uma delas. Se não ganhar as corridas, as chances de Webber ficam muito pequenas.

Lewis Hamilton: O britânico tem pouquíssimas chances. Para ainda sonhar com o vice tem de, por exemplo, vencer as duas corridas que faltam e torcer para que Button não passe do sétimo lugar em ambas. Além disso, precisa torcer por tropeços de Alonso e Webber, que também têm boa margem de vantagem sobre ele.

Leia tudo sobre: F1Jenson ButtonLewis HamiltonMcLarenFernando AlonsoFerrariMark WebberRed Bull

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG