Naquele ano, Massa, Barrichello e Piquet passaram em branco nas duas primeiras corridas do campeonato

Neste domingo (22), no Grande Prêmio da Espanha , Felipe Massa abandonou na 61ª volta por conta de um problema no câmbio de sua Ferrari. Rubens Barrichello, da Williams, largou em 19º, mas conseguiu recuperar pouco terreno e terminou a corrida em 17º. Na corrida anterior, na Turquia, Massa foi o 11º, e Rubinho o 15º. Foi a primeira vez que o Brasil ficou sem pontos em duas corridas seguidas desde o início de 2008.

Siga o iG Automobilismo no Twitter .

Naquela temporada, Nelsinho Piquet ainda corria pela Renault. Massa já era um ferrarista, e Barrichello disputava seu último campeonato pela Honda. O trio não conseguiu um ponto sequer nas duas corridas iniciais do ano, na Austrália e na Malásia.

Em Melbourne, primeira etapa daquele campeonato, Rubinho foi desclassificado por conta de irregularidades no seu carro. Massa abandonou na 29ª volta após falha no motor de seu carro, e Piquet deixou a prova um giro depois após sofrer acidente.

Na Malásia, Piquet foi o melhor brasileiro. Chegou em 11º, a 22s2 de Fernando Alonso, que foi oitavo – na época, esta era a última posição que garantia pontos. Rubinho foi o 13º, e Massa abandonou na 30ª volta após rodar.

Mesmo com o começo ruim, Felipe Massa chegou a brigar pelo título na temporada. Em 2008, o ferrarista venceu o Grande Prêmio do Brasil, mas Lewis Hamilton garantiu a taça após ultrapassar Timo Glock na última volta da prova. Em 2011, o brasileiro tem apenas 24 pontos no Mundial de Pilotos , contra 118 do líder Sebastian Vettel.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.