Para piloto da Williams, o britânico aprenderá com o tempo, assim como o tricampeão brasileiro

Rubens Barrichello acredita que o piloto da McLaren Lewis Hamilton, que recebeu ataques de fãs e pilotos rivais após perder a cabeça no Grande Prêmio de Mônaco, irá aprender com seus erros, assim como aconteceu com Ayrton Senna.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Hamilton foi muito criticado após colidir com o carro do companheiro de equipe de Barrichello, Pastor Maldonado, e de Felipe Massa , chamar os pilotos de ridículos e, na sequência, reclamar das decisões dos comissários .

O campeão mundial de 2008 se desculpou com todos mais tarde e Barrichello, presidente da Associação de Pilotos, acredita que ele amadurecerá com o tempo.

“O mais importante é que ele é fenomenal. Ele é rápido, faz boas ultrapassagens e algumas vezes funciona, outras não. No passado, Ayrton Senna foi criticado por ser muito perigoso na pista e ele se acalmou progressivamente com os anos. A mesma coisa acontecerá com Lewis”, declarou o piloto da Williams.

“Em 10 anos, Lewis olhará para trás e dirá ‘não deveria ter tentado aquilo’ ou ‘sim, eu deveria ter continuado fazendo aquilo’. Não acho que adianta você pegar agora o piloto mais experiente para segurá-lo e dizer ‘Lewis você não deveria ter feito isso’, porque não funcionará”, acrescentou o brasileiro. “Você tem que deixar a vida ensiná-lo o que é certo e o que não é”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.