Prova recebeu críticas pelo baixo número de ultrapassagens nas últimas temporadas

Nos últimos anos, o Circuito de Yas Marina, sede do Grande Prêmio de Abu Dhabi, recebeu críticas por conta do baixo número de ultrapassagens durante as corridas. Porém, na opinião do brasileiro Rubens Barrichello, a asa traseira móvel vai ajudar a resolver este problema nesta temporada.

Veja também: Acionista da Williams confirma negociação com Kimi Raikkonen

“O GP de Abu Dhabi é uma grande corrida e, apesar de algumas pessoas dizerem que não foi fácil ultrapassar aqui nos dois últimos anos, neste ano, com a asa traseira móvel, teremos uma corrida realmente boa”, disse Barrichello, que elogiou o Circuito de Yas Marina.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“A pista é muito empolgante para os pilotos. As curvas 2 e 3 formam uma combinação muito especial de curvas de alta velocidade e a última parte da pista é uma sequência muito difícil de curvas lentas e técnicas”, completou o brasileiro.

O piloto da Williams se mostrou ansioso para fechar a temporada em casa, no Grande Prêmio do Brasil, que será disputado no dia 27 de novembro. Rubinho espera chegar à prova em boa fase.

“Eu gosto de viajar para Abu Dhabi e espero marcar mais alguns pontos antes de ir para a última corrida da temporada, no Brasil”, declarou Barrichello.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.