Tamanho do texto

Mar del Plata será sede da prova no ano que vem, de acordo com ministro de Turismo do país

Depois de 15 anos, a Argentina está próxima de voltar a receber um Grande Prêmio de Fórmula 1 . Sem sediar a categoria desde 1998, em Buenos Aires, o país deve realizar a corrida em 2013 em um circuito de rua de Mar del Plata. O ministro de Turismo do país, Enrique Meyer, afirmou que o contrato deve ser assinado em maio.

Leia também: Ficarei na Fórmula 1 até quando me sentir competitivo, afirma Alonso

“Nos primeiros dias de maio será realizada uma reunião onde se firmarão os contratos com a empresa organizadora, o ministério do Turismo, a província de Buenos Aires e o Município de General Pueyrredón (região administrativa de Mar del Plata)”.

De acordo com Meyer, o país vai receber a categoria até 2015. “O Governo Nacional assumiu o desafio de organizar uma etapa da Fórmula 1 por três anos. Isso permitirá mostrar nossas imagens para continuar promovendo a Argentina no mundo”, explicou.

Projeto do circuito de rua de Mar del Plata, na Argentina
Reprodução
Projeto do circuito de rua de Mar del Plata, na Argentina

“Haverá um esforço conjunto entre a Nação, a Província e o Município, que vão planejar e desenvolver de maneira conjunta o projeto e assumir as responsabilidades inerentes ao novo desafio”, disse o ministro.

O circuito será na região da Praia Grande, em Mar del Plata, e terá mais de 5.000 metros e 18 curvas. Hermann Tilke, arquiteto alemão que projetou mais de dez circuitos da F1, será o responsável pelo desenvolvimento.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Em março, a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, já havia declarado que o acordo estava próximo de sair. “O automobilismo é o segundo esporte mais popular entre os argentinos depois do futebol. Por isso, se tudo der certo, vamos ter a F1 durante três anos”.