Tamanho do texto

No entanto, Martin Whitmarsh admite que triunfo de Hamilton melhora sua situação na escuderia

A vitória de Lewis Hamilton no Grande Prêmio da Alemanha serviu para aliviar a situação de Martin Whitmarsh, chefe de equipe da McLaren. Antes da corrida, surgiram rumores de que o dirigente poderia deixar a escuderia . Whitmarsh, no entanto, não acredita que sua continuidade no time esteve em xeque.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Fui muito honesto em Silverstone e disse que as coisas não estavam indo bem, e alguns interpretaram que meu emprego estava em risco. Não acho que ninguém no paddock que seja minimamente inteligente realmente acreditou nisso. Quando você está no comando de uma das equipes mais fortes, você sofre muita pressão. Mas a pressão que eu coloco em mim mesmo é muito mais forte do que o lixo que sai na imprensa”, disse Whitmarsh, em entrevista ao jornal espanhol El Pais .

No entanto, o chefe de equipe admitiu que a vitória de Hamilton ajudou a melhorar sua situação.

“Se eu dissesse que não ajudou, eu estaria mentindo”, completou Whitmarsh.