Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Após problemas, pilotos da Renault sofrem para achar acerto

Heidfeld e Petrov tiveram de abandonar treino, e menor quilometragem pode fazer a diferença no domingo

iG São Paulo |

Os carros da Lotus Renault tiveram dificuldades na manhã dessa sexta-feira, e os pilotos tiveram suas sessões de treinos livres atrapalhadas. Como os dois bólidos tiveram o mesmo problema pela manhã na Malásia, a equipe decidiu esperar até o fim do treino da tarde para deixar seus pilotos correrem novamente.

“Demorou para eliminarmos outras potenciais causas, mas uma vez que nós estávamos confiantes de que as falhas estavam relacionadas a um problema no material, nós liberamos os carros para a segunda metade do treino da tarde e eles correram sem problemas”, disse James Key, diretor técnico da equipe.

Nick Heidfeld ficou satisfeito com seu bom desempenho nas práticas, mesmo com os problemas que a equipe enfrentou.

“Considerando que nós não fizemos um trabalho real de acerto do carro hoje, é bastante incentivador estar no top dez nas duas sessões. Agora temos de nos concentrar em fazer um bom progresso no treino final, amanhã de manhã”, disse o alemão, que ficou em sétimo na primeira sessão e em oitavo na segunda.

O russo Vitaly Petrov, por sua vez, foi um pouco mais prejudicado pelos problemas da equipe. O piloto da Renault fez apenas o 24º melhor tempo no P1, e o 13º no P2.

“O problema da manhã foi bastante surpreendente e nós decidimos não correr até que entendêssemos as coisas com propriedade. Quando eu finalmente saí, o carro estava bem, mas ao mesmo tempo estava muito limitado, e não conseguimos trabalhar no acerto”, contou o russo.

Leia tudo sobre: Vitaly PetrovLotus Renault

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG