Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Após pódio na Malásia, Pérez pede trabalho duro para a Sauber

Mexicano espera melhoras no desempenho do C31 para o Grande Prêmio da China

Gazeta |

Depois de chegar a brigar pela vitória com o espanhol Fernando Alonso e chegar à segunda posição no Grande Prêmio da Malásia, o mexicano Sergio Pérez se prepara para a etapa da China, que será realizada no dia 15 de abril. Animado, o piloto pede foco na Sauber para manter o carro competitivo.

Leia também: Protestos no Bahrein ameaçam GP no país. Entenda o caso

"Todos nós precisamos manter a cabeça no lugar e trabalhar duro. Nosso carro pode ser competitivo e temos que tirar o máximo dele. No ano passado, fiz um bom começo de corrida em Xangai, mas tive um incidente com outros carros no final da corrida e fui penalizado", declarou.

Pérez também comentou que a pista chinesa pode ajudar o carro da equipe. "As curvas de alta velocidade devem favorecer o nosso carro. Eu gosto especialmente da curva 1, é longa e muito difícil. A longa reta não será a parte mais fácil para nós, mas, de novo, temos que maximizar o nosso potencial", declarou o jovem piloto mexicano.

Na China, Pérez vem embalado pela repercussão do grande resultado alcançado na Malásia. "Aproveitei a curta parada depois da corrida. A recepção em Guadalajara foi ótima. Gostei muito de ver minha família e meus amigos em casa", declarou o piloto.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Giampaolo Dall'Ara, chefe de engenharia da Sauber, pensa na influência do clima, mais ameno em comparação com o de Sepang, o que deve facilitar o trabalho da equipe. "Tivemos dificuldades com a degradação dos pneus na Malásia, algo que deve ser menor em Xangai. Mas o clima também pode ser um desafio, sempre tem a possibilidade de chover em abril".

Leia tudo sobre: Fórmula 1F1Sergio PérezSauberGP da China

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG