Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Após mortes no automobilismo, Ecclestone afirma que F1 é segura

Dan Wheldon, da Indy, e Marco Simoncelli, da MotoGP, foram vítimas de acidentes fatais neste mês

iG São Paulo |

Neste mês, dois pilotos morreram durante corridas. O britânico Dan Wheldon foi vítima de acidente fatal na etapa de Las Vegas da IndyCar, e o italiano Marco Simoncelli morreu neste domingo (23), na Malásia, na penúltima etapa do campeonato da MotoGP. Depois dos acidentes, Bernie Ecclestone, chefe da Fórmula 1, afirmou que considera sua categoria segura.

Veja também: Pilotos da Fórmula 1 lamentam a morte de Marco Simoncelli

“Na Fórmula 1, nós fazemos o possível para assegurar a segurança dos pilotos e dos torcedores”, declarou Ecclestone, em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Vale lembrar que a F1 não tem acidentes fatais desde 1994, quando o brasileiro Ayrton Senna morreu durante a disputa do Grande Prêmio de San Marino.

No domingo, depois da morte de Simoncelli, alguns pilotos da F1 usaram o Twitter para prestar homenagens ao italiano. Jenson Button e Mark Webber estiveram entre os que lamentaram o óbito.

Leia tudo sobre: Bernie EcclestoneF1Dan WheldonMarco Simoncelli

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG