Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Após criticar Lotus Renault, Petrov se arrepende e pede desculpas

Russo havia reclamado da falta de atualiazações em seu carro e da fragilidade de seu contrato

Gazeta |

O russo Vitaly Petrov se arrependeu depois de fazer duras críticas ao trabalho realizado na Lotus Renault na temporada 2011. Nesta sexta-feira (18), seu empresário, Oksana Kossatchenko, disse à agência Reuters que o piloto já pediu desculpas à equipe.

Leia também: Michael Schumacher elogia atmosfera do Grande Prêmio do Brasil

"Foi uma entrevista emocional. Uma exceção. E ele já pediu desculpas para o time. Isso nunca mais vai acontecer. Realmente sentimos muito pelo que houve e o time já conversou com Vitaly sobre isso", afirmou Kossatchenko.

Petrov desabafou em entrevista à rede de televisão russa Rossiya 2 , na última quinta-feira (17), e disse que o carro da Lotus Renault não melhorou ao longo do ano e que não poderia mais ficar calado. Ele também deixou escapar que seu contrato não permite que ele fale mal de seu time.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Lembrando da situação da Williams, que ainda está longe de definir a sua dupla de pilotos, ele se mostrou aliviado por ter contrato assinado, mas alertou que ainda assim não está seguro."Quanto a mim, acho que está bem claro: tenho um contrato. Mas, como disse antes, até o campeão mundial Kimi Raikkonen foi convidado (pela Ferrari, em 2009) a deixar a F1 por um determinado montante. É um mundo em que tudo é possível, será difícil evitar se eles quiserem tirar alguém", disparou o piloto na ocasião.

Leia tudo sobre: F1vitaly petrovlotus renaultoksana kossatchenkofórmula 1

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG