Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Apesar de punição, Hamilton crê em briga por vitória na China

Britânico liderou primeiro treino em Xangai e só foi mais lento que Schumacher no segundo teste

AE |

selo

A perda de cinco posições no grid de largada, em virtude da troca da caixa de câmbio da sua McLaren, não tirou o otimismo de Lewis Hamilton para o GP da China. O inglês liderou o primeiro treino livre em Xangai nesta sexta-feira (13), disputado com a pista molhada, e também teve bom desempenho na segunda prática, quando só ficou atrás de Michael Schumacher.  

Leia também: Schumacher bate Hamilton e domina segundo treino em Xangai

"Foi um grande dia. A pista ficou seca durante a tarde, por isso o nosso programa foi bem sucedido. Ainda estamos trabalhando para melhorar o acerto, mas as novas peças do carro parecem estar funcionando, os caras da fábrica fizeram um grande trabalho", disse Hamilton. "Parecemos competitivos e dei uma ênfase particular aos trechos mais longos para este fim de semana. Ainda precisamos fazer algumas melhorias, mas nosso carro parece ser bom", acrescentou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O piloto da McLaren está na vice-liderança do Mundial e foi pole position nas duas primeiras provas da temporada 2012 da Fórmula 1. Por causa da punição recebida para o GP da China, desta vez o inglês vai largar no mínimo do sexto lugar, mas ainda assim acredita ter chances de vitória.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

"Vou trocar a caixa de câmbio do meu carro antes do terceiro treino livre. Vai ser uma classificação apertada amanhã. Será uma boa batalha e espero que possamos começar mais à frente do grid possível, porque assim ainda estaremos na corrida e no grupo da frente. Adoro o desafio de vir de trás ganhando posições", afirmou.

Confira a programação do fim de semana da Fórmula 1 na China*:

Sábado, 14 de abril
3º treino livre: 0h
Classificatório: 3h

Domingo, 15 de abril
Grande Prêmio da China: 4h

* Sempre pelo horário de Brasília

Leia tudo sobre: F1GP da ChinaLewis HamiltonMcLarenMichael Schumacher

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG