Tamanho do texto

Donos dos circuitos que recebem a F1 ameaçaram mudar para a Indy se os roncos não forem mantidos

Recentemente, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) decidiu que a Fórmula 1 usará novos motores a partir de 2014 . Países que sediam provas da categoria ameaçaram deixá-la e passar a receber corridas da Indy se o barulho do ronco dos motores não for mantido. Porém, para Paddy Lowe, diretor técnico da McLaren, essa ameaça não faz sentido.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

“Vi várias ameaças a respeito de promover corridas da IndyCar, o que de algum jeito parece irônico, porque eu não acho que o motor da Indy seja particularmente barulhento, acho que é um motor de 12.000rpm. Então, acho que é uma ameaça estranha, mas temos de respeitar os donos dos circuitos. Acho que todos temos as mesmas motivações que eles, então temos de trabalhar juntos”, pediu Lowe.

O dirigente da escuderia britânica acredita que os novos motores exigidos pela FIA podem fazer bem para a Fórmula 1.

“Vai ser um formato completamente novo, e conseguir combinar os aspectos de eficiência e de tecnologia será um grande desafio técnico, e eu acho que vai funcionar muito bem”, opinou Lowe.