Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Alonso, Webber e Massa protagonizaram lances cruciais na Malásia

Confira os cinco momentos que definiram a corrida do último domingo em Sepang

iG São Paulo |

Getty Images
Webber tenta passar Heidfeld no fim do GP da Malásia

O Grande Prêmio da Malásia deste domingo consolidou o alemão Sebastian Vettel como principal favorito ao título da temporada. O piloto chegou aos 50 pontos, contra 26 do vice-líder Jenson Button, segundo colocado em Sepang. Na terceira posição ficou Nick Heidfeld, da Louts Renault. A construção deste pódio começou logo na largada, quando Heidfeld pulou da sexta para a segunda posição. Confira este e outros momentos que construíram o resultado final da prova.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

1) Falha no KERS de Mark Webber

Na volta de apresentação, o Sistema de Recuperação de Energia Cinética do carro do australiano parou de funcionar e não pôde ser usado durante toda a corrida. Na largada o KERS já fez falta. Sem o sitesma, Webber caiu da terceira para a décima posição logo de cara, o que reduziu suas chances de pódio. Melhor para Jenson Button, que largou em quarto e, com a ajuda do seu KERS, foi um dos que ganhou a posição do piloto da Red Bull. O britânico ainda contaria com a sorte: a McLaren trabalhou melhor nos seus pit stops do que nos de Hamilton, ajudando-o a garantir a segunda colocação na Malásia.

2) Largada dos carros da Renault

A Lotus Renault tem fama de produzir carros com um bom sistema de largada. Pelo que se viu na Malásia, neste domingo, o bólido deste ano está à altura do rótulo. O russo Vitaly Petrov, por exemplo, saltou da oitava para a sexta posição no início. Mas quem mais impressionou foi Nick Heidfeld, que pulou do sexto lugar para a vice-liderança. O alemão ficou entre Sebastian Vettel e Lewis Hamilton, o que se mostrou crucial para a corrida. Isso porque, sem a sombra de Hamilton, Vettel conseguiu abrir vantagem suficiente para administrar a ponta até o fim da corrida.

3) Pit Stop de Massa

Na primeira parada de Felipe Massa, na 13ª volta, um problema na troca do pneu dianteiro esquerdo custou segundos preciosos para o brasileiro. A Ferrari demorou um total de 29s224 em todo o processo - foi o segundo pit stop mais lento da primeira rodada de paradas. Como base de comparação, Fernando Alonso, companheiro do brasileiro na Ferrari, demorou apenas 23s152 nos boxes. Depois da prova, Massa disse que poderia ter brigado pelo pódio se não fosse o tempo perdido no pit.

4) Lewis Hamilton x Fernando Alonso brigam pela terceira posição

Faltando apenas dez voltas para o fim do Grande Prêmio da Malásia, Lewis Hamilton, então na terceira posição, começou a ser ameaçado por Fernando Alonso. Como o espanhol estava com problemas na asa traseira móvel, tinha dificuldades para ultrapassar o rival na reta dos boxes. Começou então uma verdadeira batalha, com o ferrarista no ataque e o piloto da McLaren na defesa. Em uma de suas tentativas, Alonso tocou o carro do adversário. Como consequências, o espanhol perdeu um pedaço da asa dianteira do carro e Hamilton teve o assoalho de sua McLaren danificado. Os dois tiveram de voltar aos boxes para reparar os danos e perderam suas chances de pódio: o espanhol cruzou a linha de chegada em sexto, e Hamilton em sétimo. Mais tarde, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) decidiu punir os dois competidores em vinte segundos por conta da briga, o que custou uma posição ao inglês.

5) Final de corrida emocionante

Com o toque de Alonso e Hamilton, a terceira posição caiu no colo de Nick Heidfeld. Porém, o piloto da Lotus Renault teve de brigar muito no final para mantê-la. Mark Webber voltou dos boxes com os pneus mais inteiros do que os do alemão e chegou a ameaçar o rival, que estava com compostos mais degradados. No entanto, Heidfeld fez uso do KERS – o sistema estava indisponível no carro do australiano – para manter-se na frente tempo suficiente para que os pneus do adversário também se desgastassem, garantindo assim o terceiro lugar.

Leia tudo sobre: lewis hamiltonfernando alonsoferrarimclarenmalásia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG