Tamanho do texto

Espanhol acredita que chuva pode beneficiar estratégia da escuderia italiana no GP do Brasil

Fernando Alonso ficou insatisfeito com o desempenho da Ferrari após o dia de treinos livres para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 . Na primeira etapa desta sexta-feira (25), o espanhol abandonou o treino com problema no motor, e, na segunda sessão, foi quarto colocado. Para o bicampeão mundial, a escuderia italiana não será capaz de superar o ritmo imposto por outras etapas.

Leia também: Luiz Razia explica como funciona um volante de F1

"Não acho que estaremos tão rápidos quanto em outros circuitos. Tivemos uma sexta-feira com alguns problemas, não conseguimos ter um bom condicionamento na parte traseira com todas as mudanças que fizemos", disse o espanhol depois do segundo treino livre, no qual foi o quarto colocado.

No entanto, Alonso crê que a chuva pode ajudá-lo. "Se chover no sábado ou no domingo, pode ser muito bom, mas isso não quer dizer que vá favorecer a Ferrari sempre. Temos um problema de aquecimento de pneus, mas, se começar a chover, podemos ter um bom desempenho desta vez".

Siga o iG Automobilismo no Twitter

No Circuito de Interlagos , Alonso poderá conseguir seu 11º pódio em uma temporada em que a Ferrari não teve um grande desempenho, permanecendo quase sempre no papel de coadjuvante. Seu companheiro de equipe, o brasileiro Felipe Massa, por exemplo, não terminou nenhuma corrida entre os quatro primeiros em 2011 até agora.

Nesta etapa de encerramento da temporada, Alonso, com 245 pontos, é um dos candidatos ao vice-camponato do Mundial de Pilotos . Também estão na briga o britânico Jenson Button, com 255 pontos,  e o australiano Mark Webber, com 233.