Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Alonso admite problemas da Ferrari, mas evita "jogar a toalha"

Piloto diz que time não tem velocidade para brigar pela vitória, mas crê em outros fatores para pontuar

iG São Paulo |

Fernando Alonso admitiu que sua sexta-feira foi um dia difícil. O piloto espanhol da Ferrari sofreu para encontrar um bom ritmo, e terminou na nona colocação tanto no primeiro quanto no segundo treino livre para o Grande Prêmio da Malásia, que acontece neste domingo.

“Dada a maneira como as coisas aconteceram hoje, parece que vai ser um fim de semana difícil, mas faremos tudo o que pudermos para chegar mais perto dos mais rápidos. Hoje, as coisas não foram bem e nós tivemos problemas para achar o equilíbrio do carro, então nesta tarde vamos ver como podemos melhorar”, disse o piloto, que admitiu não contar com a velocidade de sua Ferrari para ter sucesso no fim de semana.

“Em uma pista como essa, com um clima tão variável e com a degradação dos pneus estando do jeito que está, teremos muitos fatores em jogo na luta pelas posições da frente, e apenas ser o mais rápido não será o suficiente”, opinou o espanhol.

O ferrarista também disse que é cedo para desistir do campeonato, e acredita que possa minimizar a diferença em relação a Red Bull e McLaren.

“Este é apenas o começo da temporada. Nós não estamos rápidos o suficiente para brigar pela vitória e pela pole, mas isso não significa que devemos jogar a toalha. Ao invés disso, temos que concentrar nossos esforços para rapidamente reduzir a diferença que nos separa daqueles que fizeram um trabalho melhor que o nosso”, disse Alonso.

Companheiro do espanhol da Ferrari, o brasileiro Felipe Massa também lamentou a desvantagem da equipe quando comparada a Red Bull e McLaren.

Leia tudo sobre: Fernando AlonsoFerrari

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG