Como foi no GP da Coreia do Sul de 2010, australiano exercerá função de comissário de pista

selo

Jean Todt com Alan Jones (direita) na Coreia do Sul, onde o australiano foi comissário em 2010
Getty Images
Jean Todt com Alan Jones (direita) na Coreia do Sul, onde o australiano foi comissário em 2010
A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou nesta quarta-feira (5) que o ex-piloto australiano Alan Jones será um dos comissários de pista do Grande Prêmio do Japão , que será realizado às 3h (Brasília) de domingo (9) no circuito de Suzuka e poderá consagrar o alemão Sebastian Vettel como bicampeão mundial .

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Alan Jones exerceu a função ano passado no GP da Coreia do Sul. Desde 2010, a FIA tem adotado a política de colocar ex-pilotos entre os comissários da prova, com a intenção de que contribuam nas decisões sobre as corridas. O brasileiro Emerson Fittipaldi, por exemplo, exerceu a tarefa no GP do Canadá deste ano.

Com 65 anos, Jones foi campeão mundial na Fórmula 1 em 1980. O australiano estreou na principal categoria do automobilismo em 1975 e participou da sua última prova em 1986. Ele conquistou 12 vitórias e seis pole positions em 116 corridas disputadas pelas equipes Hesketh, Hill, Surtees, Shadow, Williams, Arrows e Haas-Lola.

O Tempo Real do iG acompanha o classificatório na madrugada de sexta para sábado (8), às 2h (Brasília), e a corrida em Suzuka, que será realizada às 3h de sábado para domingo (9).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.