Publicidade
Publicidade - Super banner
Automobilismo
enhanced by Google
 

Adrian Newey afirma que mudou após a morte de Senna

Projetista da Red Bull trabalhava no design da Williams, equipe na qual o brasileiro competia em 1994

iG São Paulo |

Atual projetista da Red Bull, Adrian Newey afirmou que a morte de Ayrton Senna, em 1994, mudou a sua vida. Na época, o britânico era designer da Williams, equipe na qual o brasileiro corria, e hoje acredita que um pneu furado pode ter causado o acidente fatal.

Siga o iG Automobilismo no Twitter.

Getty Images
Adrian Newey afirmou que seus últimos fios de cabelo caíram após a morte de Ayrton Senna
“O pouco cabelo que eu tinha caiu como conseqüência. Foi terrível. Eu e Patrick Head nos perguntamos separadamente se gostaríamos de continuar correndo. Queremos nos envolver em uma esporte no qual as pessoas podem morrer em algo que criamos?”, disse Newey, em entrevista ao jornal britânico The Guardian, na qual admitiu que chegou perto de desistir do automobilismo.

“Para toda a equipe foi incrivelmente difícil. Lembro que o dia depois do acidente foi um feriado, e alguns de nós mergulharam nos dados para trabalhar no que aconteceu. Foram semanas difíceis”, completou.

O projetista lembrou também que teve de enfrentar um processo judicial por conta da morte de Senna.

“O caso foi irritantemente depressivo, e uma pressão extra, mas não influenciou minha decisão de me manter na Fórmula 1. A auto-reflexão, mais do que as acusações, é o que realmente importa”, declarou Newy, afirmando que não vai assistir ao filme “Senna”.

“Não seria uma coisa fácil para se fazer”, concluiu.

Leia tudo sobre: F1Adrian NeweyRed BullAyrton SennaWilliams

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG