Tamanho do texto

Líder do campeonato largará na frente pela quinta vez na temporada. Vettel fica com a quarta posição no grid

Hamilton superou a forte chuva e conquistou a pole position mais uma vez
REPRODUÇÃO/F1
Hamilton superou a forte chuva e conquistou a pole position mais uma vez

Lewis Hamilton, líder do campeonato até o momento,  conquistou sua quinta pole position na temporada e largará mais uma vez na frente no Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1.

Leia também: Vettel domina prova, mas bate sozinho e vê Hamilton vencer GP da Alemanha

Debaixo de muita chuva, o britânico Lewis Hamilton fez sua volta em 1m35s658 e ficou à frente de seu companheiro na Mercedes, Valtteri Bottas, com 1m35s918. 

Os dois pilotos da Ferrari , Kimi Raikkonen (1m36s186) e Sebastian Vettel (1ms36s210), largam em terceiro e quarto, respectivamente. 

Completam os 10 primeiros no grid: Carlos Sainz (Renault), Pierre Gasly (Toro Rosso), Max Verstappen (Red Bull), Brendon Hartley (Toro Rosso), Kevin Magnussen (Haas) e Romain Grosjean (Haas).

Confira a volta de Hamilton


Leia também: Rubens Barrichello sobre Michael Schumacher: "Não tenho notícias dele"

Durante a os treinos livres, quando ainda não chovia, as Ferraris tinham os melhores tempos e Vettel fez a melhor volta da pista durante a Q1.

Hamilton, que apresentava dificuldades com a pista seca, comentou a mudança de tempo e rendimento das equipes. 

"Não poderíamos ter esperado isso... As Ferraris estavam mais rápidas todo o fim de semana, mas os céus se abriram e foi jogo limpo", afirmou o líder do campeonato.

Valtteri Bottas, companheiro de Hamilton, celebrou o resultado: "É uma dobradinha para o time. Estou ansioso para a corrida de amanhã", completou.

Kimi Raikkonen lamentou a perda da pole, mas não desiste: "Havia definitivamente uma chance nessas condições de estar na pole, mas amanhã é um outro dia", afirmou o finlandês.

Leia também: "Estou triste por não haver mais grid girls", lamenta Sebastian Vettel

Em uma pista notória pela dificuldade de ultrapassar, Hamilton terá uma grande chance de ampliar sua vantagem contra o vice-líder Vettel no campeonato, que hoje está em 17 pontos.