Piloto australiano se tornou o mais rápido da história no circuito espanhol

Com direito a recorde quebrado, o segundo dia de testes da semana final da pré-temporada da Fórmula 1 foi realizado nesta quarta-feira em Barcelona, na Espanha. Marcando um tempo de 1m18s047, o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, se tornou o piloto mais rápido da história do circuito espanhol, após ter batido a marca estabelecida pelo brasileiro Felipe Massa , que em 2008 cravou 1m18s339.

Leia também: Escuderia da F1 anuncia colombiana Tatiana Calderón como pilota de testes

Com quebra de recorde, Daniel Ricciardo liderou testes da Fórmula 1 em Barcelona
EPA/Reprodução
Com quebra de recorde, Daniel Ricciardo liderou testes da Fórmula 1 em Barcelona

Atrás de Ricciardo , os dois pilotos da Mercedes, Lewis Hamilton (1m18s400) e Valtteri Bottas (1m18s560), concluíram o simbólico pódio dos três mais rápidos do dia.

Na Ferrari, Kimi Raikkonen teve uma indisposição estomacal e entrou debilitado na pista, terminando na nona colocação, enquanto Sebastian Vettel, o mais rápido nos testes de terça-feira, ficou o segundo dia na quarta posição.

Leia também: O estudo que mantém a esperança de uma vida mais longa a Schumacher

A McLaren novamente enfrentou problemas em Barcelona, e o novo modelo MCL33 voltou a deixar o espanhol Fernando Alonso a ver navios. O outro piloto da equipe, Stoffel Vandoorne, também sofreu com o carro, e devido a panes elétricas no motor, pouco participou dos testes.

Apesar dos problemas no motor no começo dos testes, a escuderia italiana Toro Rosso conseguiu arrumar o carro e obteve outro grande resultado, desta vez com o piloto neozelandês Brendon Hartley, que terminou na quinta colocação.

Na parte inferior da tabela estão Alfa Romeo Sauber, Force India e Williams, que ainda não despontaram nos testes e disputam para não serem as equipes mais lentas da pré-temporada.

Testes de terça-feira

Anotando o tempo de 1m20s396, o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, foi o mais rápido do dia. Já Bottas (1m20s596), da Mercedes, e Max Verstappen (1m20s649), da Red Bull, foram os três pilotos mais rápidos.

Leia também: Flavio Briatore é condenado à prisão por crimes fiscais

O atual campeão de Fórmula 1, Hamilton, terminou o dia de testes na quarta posição, marcando um tempo de 1m20s808. A Toro Rosso teve excelentes resultados, já que o jovem francês Pierre Gasly terminou na quinta posição; na Haas, Kevin Magnussen ficou na sexta colocação.

Já a McLaren novamente apresentou problemas no motor da Renault, o que prejudicou os testes de Vandoorne.

Daniel Ricciardo tem chances de vencer a Fórmula 1 em 2018? Comente abaixo! 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.