Hospital em Grenoble, onde o ex-piloto está internado em estado grave, recebeu vigília de fãs da Ferrari

O dia foi de movimentação intensa em frente ao Hospital Universitário de Grenoble, na França, onde Michael Schumacher está internado em estado grave após um acidente numa estação de esqui nos Alpes. Nesta sexta-feira, o ex-piloto alemão completa 45 anos .

Corinna, esposa de Schumacher, foi a primeira integrante da família a aparecer no hospital nesta sexta. Ralf e Rolf, irmão e pai, respectivamente, vieram em seguida. Entre as pessoas mais próximas estiveram em Grenoble o francês Jean Todt, presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e ex-chefe de equipe da Ferrari, acompanhado da esposa, a atriz Michelle Yeoh.

Schumacher se acidentou ao tentar ajudar criança, diz jornal alemão

Na frente do hospital, um grupo de fãs da Ferrari, levado em excursão organizada pela escuderia italiana, fizeram uma vigília em homenagem ao aniversário de Schumacher, usando bandeiras e cartazes como formas de apoiar o ídolo.

Schumacher está internado em coma induzido e estado grave desde o último domingo. Ele esquiava com o filho Mick, de 14 anos, na estação de Meribel quando se chocou com uma rocha, sofrendo traumatismo craniano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.