Sete vezes campeão da Fórmula 1, ex-piloto alemão segue em coma induzido e em estado crítico

Michael Schumacher segue em estado crítico
Getty Images
Michael Schumacher segue em estado crítico

O ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher sofreu acidente de esqui na estação de Méribel  neste domingo, nos Alpes suíços, após chocar-se contra uma rocha. O impacto foi tão forte que o capacete que o alemão usava acabou se partindo em duas partes. Foi isso o que relatou por um socorrista que estava no local.

"Dava para ver uma grande quantidade de sangue", disse ao jornal alemão Bild o socorrista, que não teve o nome revelado. 

Leia também: Médico evita fazer prognóstico sobre futuro de Schumacher

Após o acidente, Schumacher foi levado de helicóptero ao hospital de Moutiers, onde passou por um primeiro atendimento. Diante da gravidade, foi transferido ao hospital de Grénoble, na França. Ele passou por uma cirurgia neurológica imediatamente e segue em coma induzido.

"Ele está em uma situação crítica", disse Jean-François Payen, chefe do serviço de anestesia e reanimação do hospital de Grenoble. "Podemos dizer que o seu prognóstico de vida é incerto. Seu estado é muito grave", completou.

Veja mais:  Em coma, Schumacher segue em estado crítico e 'lutando pela vida'

O hospital deverá divulgar um novo boletim médico somente na manhã de terça-feira.

Piloto mais vezes campeão da história da Fórmula 1 com sete títulos, Schumacher se aposentou de maneira definitiva em dezembro de 2012, após um retorno decepcionante às pistas. Ele havia se retirado pela primeira vez em 2006. Ao longo da carreira, o alemão conquistou 91 vitórias e 68 poles.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.