Tamanho do texto

Diferença do alemão para Fernando Alonso sobe para 77 pontos na temporada. Felipe Massa rodou na primeira volta e, após corrida de recuperação, terminou em 9º

O sonho de Fernando Alonso de impedir o tetracampeonato do alemão Sebastian Vettel na Fórmula 1 está cada vez mais distante. Na corrida disputada na madrugada deste domingo (no horário de Brasília) na Coreia do Sul, Vettel não deu qualquer chance aos rivais. Pole position, venceu com direito à melhor volta e liderando todas as voltas. E com o espanhol chegando apenas em sexto, ampliou sua vantagem na classificação para 77 pontos.

Confira todas as imagens do fim de semana de Grande Prêmio na Coreia do Sul:

Rival mais próximo de Vettel na luta pelo título, Alonso teve seu pessimismo com relação ao desempenho da Ferrari confirmado e em nenhum momento conseguiu se aproximar dos três primeiros colocados. O pódio foi completado com Kimi Raikkonen em segundo, depois de largar da 9ª posição, e Romain Grosjean em terceiro.

O brasileiro Felipe Massa, que largou ao lado do companheiro de equipe, viu sua corrida ser comprometida logo na primeira volta. Após sofrer um toque ele rodou na terceira curva e caiu para a última posição. Após corrida de recuperação, acabou conseguindo chegar ao nono lugar nos últimos instantes da prova.

LEIA:  Vettel pode ser tetra já no Japão, mas evita falar em título antecipado

A corrida

O início da corrida não poderia ser melhor para Vettel. Depois de segurar a liderança na largada, ele imediatamente começou a abrir vantagem sobre o segundo colocado, Grosjean. Assim, os duelos ficaram restritos às posições intermediárias e aos últimos lugares do grid.

Vettel venceu com absoluta tranquilidade o GP da Coreia do Sul de Fórmula 1
Getty Images
Vettel venceu com absoluta tranquilidade o GP da Coreia do Sul de Fórmula 1

Com todos tentando ganhar posições nas primeiras voltas, Felipe Massa foi quem se deu pior. Ele já havia perdido uma posição para Gutiérrez, da Sauber, na largada, e caiu para o último lugar depois de ser tocado e ficar atravessado na pista. Com isso, o brasileiro atrasou sua primeira parada nos boxes e iniciou uma corrida de recuperação, assim como o australiano Mark Webber, que largou em 13º por conta de uma punição.

Alguns dos melhores momentos da corrida sul-coreana foram protagonizados pela futura dupla da Ferrari, Fernando Alonso e Kimi Raikkonen. Primeiro eles duelaram pelo quinto lugar, em disputa que também tinha a participação de Nico Julkenberg, e quem venceu foi o finlandês. Após a rodada de pit stops, Alonso voltou a ficar na frente, mas novamente foi superado, deixando clara a diferença de rendimento entre Ferrari e Renault no fim de semana.

Embora também fizessem boa corrida, os dois pilotos da Mercedes também tiveram problemas. Hamilton pelo desgaste excessivo dos pneus e Nico Rosberg por ter danificado sua asa dianteira justamente ao tentar ultrapassar o companheiro de equipe.

Na 31ª volta, o pneu de Sergio Pérez estourou de forma inesperada, largando sua carcaça no meio da pista. O piloto conseguiu chegar até os boxes e se manteve na corrida, mas a direção de prova foi obrigada a dar bandeira amarela e promover a entrada do safety car na pista. Na relargada, quem se deu mal foi Webber, que havia subido para o 3º lugar. Ele foi atingindo por Adrian Sutil e viu seu carro pegar fogo, sendo obrigado a abandonar.

Nas últimas voltas, Felipe Massa fez boas ultrapassagens sobre Péres e Gutiérrez, além das Williams de Valtteri Bottas e Pastor Maldonado. Assim, o brasileiro chegou à zona de pontuação. Enquanto isso, Alonso partiu para o ataque contra Hamilton pelo 5º lugar, mas acabou não conseguindo a ultrapassagem.

Enquanto tudo isso acontecia, Vettel simplesmente conduzia sua Red Bull de forma segura, apenas esperando a hora de receber a bandeira quadriculada, seguido dos pilotos da Renault Raikkonen e Grosjean. A vitória deixou o alemão 77 pontos a frente de Alonso, restando cinco corridas para o final da temporada 2013.