Piloto alemão da Red Bull diz não se importar com as reclamações dos torcedores italianos

Sebastian Vettel ergue o troféu após vencer com tranquilidade o GP de Cingapura
Getty Images
Sebastian Vettel ergue o troféu após vencer com tranquilidade o GP de Cingapura

Algumas das sete vitórias do alemão Sebastian Vettel no atual Mundial de Fórmula 1 foram acompanhadas por vaias, a exemplo da conquistada no Grande Prêmio de Cingapura , na manhã deste domingo. Com 60 pontos de vantagem sobre o espanhol Fernando Alonso, o tricampeão minimiza a situação.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Isso não é legal, mas se você observar, a maioria dos fãs está vestida de vermelho. A Ferrari tem uma torcida forte e tradição na Fórmula 1. Estão (na categoria) há mais tempo e têm mais sucesso que todas as outras equipes, embora tenhamos cada vez mais (fãs de) azul", disse Vettel em alusão à cor da Red Bull.

Em jejum desde o título conquistador pelo finlandês Kimi Raikkonen em 2007, a Ferrari apostou em Fernando Alonso para retomar a hegemonia, sem sucesso, uma vez que o jovem Sebastian Vettel levou a melhor sobre o talentoso adversário espanhol nas últimas três temporadas.

Veja ainda: Sebastian Vettel vence em Cingapura vê título da F1 cada vez mais próximo

"Eles são emotivos quando não vencem. Se tem outra pessoa ganhando, não gostam. Não proporcionei a eles a corrida mais empolgante, mas em dias como esse, realmente não me importo", disse Vettel, sagaz. "Acho que estão fazendo um tour e têm dinheiro suficiente para ver muitas provas. Enquanto estiverem vaiando, estamos fazendo um bom trabalho", disse.

A seis etapas do final do campeonato, o alemão da Red Bull está cada vez mais perto de repetir o feito logrado por Michael Schumacher e Juan Manuel Fangio, únicos que conseguiram ganhar quatro títulos seguidos. Para lograr a façanha, ele conta com a torcida de seus próprios fãs.

Alonso comemora muito segundo lugar em Cingapura: 'Sabor de vitória'

"Também vi bandeiras da Alemanha no circuito. O desfile (antes da corrida) foi muito legal, assim como a volta depois da bandeira quadriculada. Havia muita gente torcendo", disse Vettel, fazendo questão de dar os méritos à equipe por sua grande superioridade na pista.

"Isso não acontece por sorte. Não foi fácil fazer tudo dar certo no final de semana. Sei quanto trabalho está envolvido. Se tivemos um resultado como o de hoje, em que pudemos controlar a corrida, é por causa do comprometimento de todos", afirmou Vettel.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.