Consultor da Red Bull critica Alonso e diz que Ferrari “apelou” em 2012

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Helmut Marko afirma que espanhol está sempre envolvido em política e que escuderia de Maranello não soube perder de Vettel

O jogo de equipe da Ferrari e as declarações de Fernando Alonso no fim da temporada 2012 continuam rendendo polêmicas na Fórmula 1. Desta vez, o assunto foi criticado por Helmut Marko, consultor da Red Bull, que disse que Enzo Ferrari, fundador da escuderia de Maranello, não aprovaria algumas medidas do time atualmente.

Leia também: Buemi deve seguir como reserva da Red Bull em 2013, diz jornal

“Acredito que Enzo não gostaria dessa derrota, mas ele iria reconhecer o desempenho do concorrente, e lideraria seu time para tentar nos vencer. Mas não apelaria para o que vimos recentemente. E Alonso está constantemente envolvido em política”, comentou em entrevista à revista Red Bulletin, da equipe austríaca.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

O consultor da Red Bull ainda afirmou que Alonso tentou sempre desviar o foco de sua disputa com Sebastian Vettel. “Acredito que vimos o estresse que ele estava no fim da temporada. Dizendo que estava competindo contra (Lewis) Hamilton, não Vettel, ou que era contra (Adrian) Newey, nesse jogo psicológico. Nós apenas dissemos para ignorar”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Apesar dos comentários de Alonso, Marko afirmou que Vettel sabe lidar com as provocações e se preocupa apenas com seu trabalho na pista. “Fernando Alonso, por exemplo, que está sempre ocupado envolvido em política e comentários engraçados. Vettel ignora tudo isso: não lê jornais, ou internet. E esse é o ponto, você o vê concentrado em seu trabalho, para fazer o carro mais rápido e a melhor equipe possível”, concluiu Marko.

Leia tudo sobre: Fórmula 1F1Helmut MarkoRed BullFernando AlonsoFerrari

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas