Vencedor da prova em Interlagos diz que clima em São Paulo deixou corrida mais emocionante

Entre emoções e reviravoltas, o alto do último pódio da temporada 2012 da Fórmula 1 teve o mesmo dono que o da primeira prova do ano: Jenson Button, que conseguiu em Interlagos sua terceira vitória em 2012 .

Leia também: 

“Foi uma das corridas mais duras que já disputei”, disse o campeão de 2009. “As condições eram muito traiçoeiras e, às vezes, você pensa que os melhores pneus são os intermediários”, afirmou.

“Você trava os pneus aqui e ali. Você tem que ir até o limite e esperar a equipe te dar a informação. Não basta somente pilotar, você precisa saber tudo o que acontece lá fora”, prosseguiu.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

Button, que terminou o campeonato dois pontos atrás de Lewis Hamilton, lamentou a saída do companheiro de equipe. “É triste porque Lewis não está aqui para aproveitar sua última corrida com a equipe, mas estas coisas acontecem”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O inglês largou em segundo lugar no grid, liderou por algumas voltas no início, disputou a ponta com Hamilton e Nico Hulkenberg e acabou voltando à liderança após batida que causou o abandono do colega de equipe e uma punição ao piloto da Force India, que terminou a corrida em quinto.

O GP do Brasil consagrou Sebastian Vettel como o tricampeão mais jovem da história .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.