Reportagem do iG esteve durante toda manhã deste sábado perto do circuito e viu diversos pontos de comércio ilegal de ingressos

Os arredores do Autódromo de Interlagos neste sábado (24) estavam lotados. Mas não só de torcedores. Durante toda a manhã, diversos cambistas agiam normalmente, ignorando inclusive a presença de policiais. Desde a saída da estação CPTM-Autódromo até os portões do circuito, vendas ilegais de ingresso eram praticadas, com maior aglomeração em frente aos portões e bilheterias.

Leia também: Hamilton ofusca candidatos ao título e crava pole em Interlagos

Para fugir dos policias, os vendedores se camuflam de ambulantes e aproveitam para vender também bonés, chaveiros e capas de chuva. A “vantagem” oferecida por eles é a venda de ingressos unitários, para apenas um dia de atividade – os ingressos oferecidos oficialmente valem para os três dias do evento.

Deixe seu recado e comente esta notícia com outros leitores

Foi isso que levou um fã, que pediu para não ser identificado, a procurar os cambistas. “Eu realmente queria comprar ingresso dos cambistas, porque queria apenas para hoje, já que não poderei vir à corrida amanhã. Mas o preço desse bilhete era quase o mesmo do ingresso para os três dias na bilheteria. E nem sei se a entrada é verdadeira ou falsa”, afirmou.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O perfil dos vendedores ilegais não é bem definido. A maioria é feita de homens de meia idade. Mas a reportagem do iG também encontrou jovens, idosos e até mulheres. Das 8h até às 13h, horário em que a reportagem do iG ficou em frente ao Autódromo, apenas um cambista foi preso e levado ao Departamento de Polícia que fica ao lado do Portão A, na ligação da Avenida Interlagos com a Avenida Senador Teotônio Vilela.

O Grande Prêmio do Brasil acontece neste domingo (25), às 14h e define o campeão da temporada 2012 da Fórmula 1 .

Único cambista (de vermelho) preso durante todo o tempo em que a reportagem do iG esteve presente no circuito de Interlagos neste sábado
Rahal Rahal
Único cambista (de vermelho) preso durante todo o tempo em que a reportagem do iG esteve presente no circuito de Interlagos neste sábado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.