Após perder cinco posições para ajudar seu companheiro, brasileiro afirma que fez sua melhor prova na temporada 2012

Felipe Massa acredita que poderia ter terminado o Grande Prêmio dos Estados Unidos deste domingo (18) à frente de seu companheiro Fernando Alonso. O brasileiro, que terminou em quarto, teve de perder cinco posições no grid de largada por ter mexido no câmbio de seu carro para ajudar seu companheiro a ganhar uma posição e largar do lado limpo da pista.

Leia também: Alonso afirma que terceiro lugar nos EUA é como uma vitória

“É claro que eu seria capaz de terminar na frente do Fernando nesta prova, mas dei uma bela ajuda”, comentou o brasileiro após a corrida em Austin, onde Alonso terminou em terceiro e manteve vivas suas chances de título.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Massa afirmou que não gostou de ter perdido cinco posições no grid para ajudar o espanhol. “É claro que não fiquei feliz de manhã. É impossível ver um piloto feliz ao ceder cinco posições apenas para ajudar seu companheiro de equipe, mas sabemos que isso é importante”, explicou o brasileiro, que ressaltou sua atitude em favor da equipe. “Talvez não seja fácil achar outro piloto que faria isso. Acho que essa foi a decisão mais honesta a tomar”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Apesar do descontentamento com as decisões da Ferrari, Massa afirmou que gostou de seu desempenho, e disse que fez sua melhor prova em 2012. “O que fizemos hoje foi fantástico. Eu não estava feliz de manhã, mas estou feliz agora. Acho que essa foi, talvez, minha melhor corrida no ano. Para mim, é como uma vitória”, concluiu.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.