Tamanho do texto

Ao fim do classificatório em Abu Dhabi, alemão encostou o carro por ter menos de 1 litro de gasolina no tanque. Segundo fornecedora de motores, falha foi causada por erro de software

No último sábado (3), logo após o fim do classificatório em Yas Marina , Sebastian Vettel, terceiro na sessão, obedeceu a ordens de seu engenheiro e encostou sua Red Bull, que tinha problemas no combustível. O bólido do alemão contava com apenas 850 mililitros de gasolina no tanque – quantia inferior a 1 litro, que é exigida pelo regulamento da FIA (Federação Internacional de Automobilismo). Horas depois, o piloto foi punido pelos comissários do GP de Abu Dhabi e largou dos boxes, da última colocação. Nesta quarta-feira (7), a Renault, empresa responsável pelos motores da Red Bull, veio a público para dar explicações.

Leia também: Para ser campeão nos EUA, Vettel precisa de combinação incomum de resultados

A Renault acredita que um problema de calibração do equipamento de abastecimento é a explicação mais provável para o incidente com Sebastian Vettel, que mesmo largando dos boxes, chegou ao pódio e manteve a liderança do Mundial. Remi Taffin, chefe da Renault, afirmou que provavelmente o equipamento de reabastecimento seja o culpado, já que software usado para o cálculo do combustível apontava um volume adequado no momento do abastecimento.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

“Investigamos os números, e estamos vendo porque não havia combustível se os números diziam que tínhamos. Na hora, pensamos que tinha acontecido um problema em alguma parte do sistema de alimentação. Como explicamos mais tarde aos comissários, não podíamos nos dar ao luxo de ter uma bomba de combustível funcionando quando ele está acabando, porque isso poderia fazer com que o motor quebre”, disse Taffin.

Para sorte de Vettel, da Red Bull e da Renault, mesmo com o problema técnico, Vettel fez uma corrida de recuperação espetacular em Yas Marina e viu sua vantagem cair pouco: de 13 para 10 pontos. Com duas provas para o fim da temporada 2012, as chances do alemão conquistar seu tricampeonato são grandes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.