Precisamos atacar nas duas últimas corridas, diz chefe da Ferrari

Por título de Alonso, Domenicali afirma que não pode contar com problemas de Vettel nos EUA e no Brasil

iG São Paulo | - Atualizada às

O Grande Prêmio de Abu Dhabi do último fim de semana serviu para Fernando Alonso diminuir de treze para dez pontos a diferença de Sebastian Vettel na liderança do campeonato. Apesar de o alemão da Red Bull ter largado em último, conseguiu chegar em terceiro para minimizar os estragos e manter-se em primeiro no campeonato, e agora a Ferrari promete atacar nas últimas corridas.

Leia também: Alonso diz que Safety Car ajudou bom resultado de Vettel

Para Stefano Domenicali, chefe da escuderia italiana, a Ferrari vai precisar ser mais agressiva nos GPs dos Estados Unidos e do Brasil, as duas últimas etapas. “Agora é a hora em que precisamos atacar ainda mais nas duas últimas corridas. Dez pontos pode ser muito, ou pode não ser nada, depende como a corrida acontece. Tudo pode acontecer até o último momento e a única coisa que podemos fazer é estarmos lá se algo acontecer”, comentou.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Para Domenicali, a equipe italiana deve trabalhar para evoluir o desempenho do carro, e não contar com outro imprevisto de Vettel nas duas últimas provas. “Esta será uma semana importante para analisar o que fizemos. Mas não podemos confiar que alguma coisa vá acontecer a Vettel, para ser honesto”.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

O chefe da Ferrari ainda disse que não sabe como os carros vão se comportar no GP dos Estados Unidos, que será realizado no dia 18 de novembro no estreante circuito de Austin. “A outra coisa importante será entender a nova pista, porque ninguém a conhece. Todo mundo tem uma indicação pelo simulador, mas eu prefiro a pista ao simulador. Quero ver como as coisas sairão na pista”, concluiu.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: Fórmula 1F1Stefano DomenicaliFerrariFernando Alonso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG