Com sua primeira vitória após voltar à F1, Raikkonen faz história na Lotus

Dois importantes nomes da categoria chegam ao primeiro triunfo após retornarem: o finlandês não vencia desde 2009, e o último triunfo da equipe havia sido com Ayrton Senna

iG São Paulo | - Atualizada às

O resultado do Grande Prêmio de Abu Dhabi deste domingo (4) marcou a primeira vitória de dois importantes nomes da Fórmula 1 depois de voltarem à categoria após anos de ausência. O finlandês Kimi Raikkonen, que ficou duas temporadas longe da categoria, alcançou o triunfo com a Lotus, que não vencia desde a época de Ayrton Senna.

Leia também: Após GP de Abu Dhabi, diferença entre Vettel e Alonso cai para 10 pontos

Com seis pódios até aqui, Raikkonen vem em terceiro no Mundial, mas sempre reconheceu que faltava a vitória para marcar seu retorno à F1. Em Abu Dhabi, o campeão mundial de 2007 acaba com um jejum de mais de três anos, já que o último triunfo havia sido na Bélgica com a Ferrari em agosto de 2009, seu último ano antes de optar por abandonar a categoria para correr de rali nas duas temporadas seguintes.

Agora, Raikkonen conquista sua 19ª vitória na carreira e consolida sua terceira posição no campeonato, 31 pontos à frente de Mark Webber. Apesar disso, a prova no circuito de Yas Marina também acabou com suas chances matemáticas de título, já que está 57 pontos atrás de Sebastian Vettel com duas provas para o fim.

O triunfo também foi importantíssimo para outro grande nome na história da Fórmula 1. A Lotus não vencia uma corrida desde o GP dos Estados Unidos de 1987, com Ayrton Senna. Aquele foi o sexto e último triunfo do brasileiro pela equipe antes de mudar para a McLaren no ano seguinte.

Depois daquela temporada, a Lotus sofreu uma grande queda nos anos seguintes e saiu da F1 em 1994. Em 2010, o nome Lotus voltou à F1 com a atual Caterham, que perderia o direito para o time de Raikkonen no início desta temporada.

Vitória veio após impaciência de Raikkonen com a equipe no rádio

A primeira vitória de Raikkonen com a Lotus veio em uma prova emocionante. Depois de largar em quarto, o finlandês assumiu a vice-liderança na largada e contou com o abandono de Lewis Hamilton para chegar ao primeiro lugar. Depois, ainda teve de segurar o ataque de seus rivais com a entrada do Safety Cars na pista.

Em momentos importantes da prova, como nas saídas dos carros de segurança da pista, o rádio de Raikkonen foi destaque. O finlandês, conhecido por ser avesso a entrevistas e por sua irreverência fora da Fórmula 1, chamou a atenção da equipe depois de receber ordens básicas no rádio, como de esquentar os pneus enquanto o carro de segurança estava na pista, ou avisando sua diferença para os rivais. “Eu sei o que estou fazendo”, repetia o piloto, que comemorou depois da corrida no lugar mais alto do pódio.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: Fórmula 1F1GP de Abu DhabiKimi RaikkonenLotusAyrton Senna

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG