La Stampa afirma que piloto não gostou de declarações de Pat Fry após classificatório e ameaçou postar reclamações sobre o carro no Twitter

Fernando Alonso se irritou com Pat Fry, o diretor técnico da Ferrari, no último fim de semana da Fórmula 1, durante as atividades do Grande Prêmio da Índia. De acordo com o jornal italiano La Stampa, o piloto cobrou evoluções do carro e não gostou de declarações concedidas pelo engenheiro após o classificatório.

Leia também: Em busca do título, presidente da Ferrari promete “dar 120%” por Alonso

Depois de Alonso se classificar em quinto e Felipe Massa ficar na sexta posição, o engenheiro comentou que os carros poderiam estar mais à frente no grid. “O resultado reflete nosso potencial atual. Para estar onde queríamos e onde éramos capazes de estar, necessitávamos ser perfeitos hoje, e não fomos”.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

O jornal afirma que Alonso ficou “furioso” após saber dos comentários de Fry e que a discussão interna na Ferrari durou até uma hora da manhã. Alonso teria chegado até a ameaçar postar uma mensagem no Twitter reclamando da falta de atualizações no carro.

“Quero que meu 1,2 milhão de seguidores saibam que os componentes aerodinâmicos traseiros da Ferrari ainda são os mesmos desde maio”, teria escrito Alonso, antes de ser convencido por Stefano Domenicali, chefe da equipe, a não publicar a mensagem na rede social.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Perguntado pelo La Gazzetta dello Sport sobre o ocorrido, Luca di Montezemolo, presidente da equipe, disse que Alonso está certo em cobrar os engenheiros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.