FIA e Ecclestone se reúnem por novo Pacto de Concórdia da F1

Reunião teve como objetivo mostrar às equipes as novas regras do acordo, que ainda tem pontos que desagradam os dirigentes

iG São Paulo | - Atualizada às

Bernie Ecclestone (dono dos direitos comerciais da F1), Jean Todt (presidente da FIA), e os chefes de equipe da Fórmula 1  se reuniram em Paris, na França, nessa segunda-feira (22), para discutir o novo Pacto de Concórdia, acordo que regulamenta a divisão dos lucros entre os times e suas participações na categoria. O objetivo da reunião era o de mostrar às equipes as novas regras do tratado.

Leia também:  Sem pressão por renovação pela 1ª vez no ano, Massa corre para ajudar Alonso

O atual contrato vai até o final da temporada, e o novo documento valerá a partir de 2013 até 2020. Porém, ainda não há nenhuma assinatura no acordo, e as equipes ainda mostram algumas discórdias, como o preço das taxas e o controle de custos.

Siga o iG Automobilismo no twitter

Em comunicado oficial, a FIA declarou estar otimista com as negociações, e afirmou que um acordo definitivo deve sair nas próximas semanas. "Todos os participantes do encontro foram estimulados a buscar esclarecimentos que resultaram em um debate frutífero e útil sobre como a nova estrutura vai operar. Um passo importante foi alcançado hoje, o que deve conduzir a uma solução final entre a FIA, o detentor dos direitos comerciais e as equipes nas próximas semanas”.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: FIABernie Ecclestone

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG