Desapontado, Schumacher diz que paixão motivou seu retorno à Fórmula 1

Heptacampeão mundial afirma que confiava em melhores resultados, mas ironiza boatos e explica que não está velho para a categoria

iG São Paulo | - Atualizada às

Michael Schumacher mostrou que não ficou satisfeito com seus resultados na Fórmula 1 depois de que voltou de sua primeira aposentadoria. Depois de três anos pela Mercedes, o alemão conquistou apenas um pódio e não chegou nem perto de brigar por títulos.

Leia também: Ferrari faz teste privado de aerodinâmica na Espanha

De acordo com Schumacher, que vai se aposentar novamente no fim deste ano, seu retorno em 2010 aconteceu por sua paixão, mas também para vencer. “Só posso dizer que não voltei para andar em círculos. Eu queria seguir minha paixão e ter sucesso”, explicou em entrevista ao jornal alemão Welt am Sonntag.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Para Schumacher, a Mercedes, que herdou a base da Brawn GP (campeã de 2009), prometia mais do que apresentou até agora. “A base da equipe era boa, tinha acabado de ser campeã mundial. Depois, recebeu o grande nome da Mercedes, e eu entrei, tudo parecia bom”, comentou o piloto.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

Schumacher ainda ironizou os jornais que afirmavam que o piloto estava velho para a Fórmula 1 e com problemas de visão. “Você aprende a lidar com isso. Há algumas pessoas que tentam criar manchetes em cima de mim. Quando você entende isso, você ignora. Eu realmente queria ir para a entrevista em Suzuka (no anúncio da aposentadoria) com uma bengala branca, depois de todas as perguntas sobre minha necessidade de óculos, e cegueira noturna. Só me restou rir. Meus olhos estão perfeitos”, concluiu.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: Fórmula 1Michael SchumacherF1Mercedes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG