Chefe da Force India tem mandado de prisão revogado por justiça indiana

Aeroporto que tinha processado Vijay Mallya retira a ação após acordo e pagamento de dívidas

iG São Paulo |

Após ter um mandado de prisão expedido em seu nome na Índia, Vijay Mallya, dono da Force India, conseguiu chegar a um acordo para evitar que seja preso em seu país. O chefe da equipe de Fórmula 1 entrou em um acordo com o aeroporto indiano Hyperbad, pagou suas dívidas e teve seu processo retirado nesta quinta-feira (18).

Leia também: Em busca da F1, português Félix da Costa segue passos de Vettel na Red Bull

O indiano estava sendo acusado após não pagar uma dívida de cerca de US$ 2 milhões por atividades de sua companhia aérea Kingfisher. Caso não pagasse a quantia, Mallya poderia ser preso da próxima vez que fosse para a Índia, lembrando que o próximo GP da Fórmula 1, que acontece dia 28, será disputado no país.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

O fato foi confirmado pelo advogado do aeroporto. “A queixa contra a Kingfisher e Mallya foi retirada. Eles nos pediram para retirá-la e depois disso informamos à corte, que chegamos a um acordo”, informou J.B. Chenna Keshava Rao, ao jornal local The Press Trust of India.

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: Fórmula 1F1Vijay MallyaForce India

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG